A abordagem de Joseph Quinn à fragrância é clássica e sem frescura. O ator de Stranger Things descompacta sua aplicação de fragrância “padrão” e revela qual perfume ele acha misterioso e sexy.

Este mês marca um ano desde que a 4ª temporada de Stranger Things estreou e o mundo foi apresentado ao personagem de Joseph Quinn, Eddie Munson, que roubou corações e ganhou fãs dedicados. Dizer que os últimos doze meses foram ocupados para Quinn é um eufemismo. Então, faz sentido que, como um dos rostos da campanha #DareInGrisDior da Dior Beauty, ele tenha escolhido “se atrever a relaxar” como seu lema.

“As oportunidades que se apresentaram como resultado do ano passado estão além dos meus sonhos mais loucos”, diz ele ao BAZAAR.com pelo Zoom.

Quando conversamos, Quinn, que é tão gracioso e charmoso quanto você esperaria, tinha acabado de filmar A Quiet Place: Day One e seu papel como o Imperador Caracalla em Gladiador 2 de Ridley Scott ainda não havia sido anunciado. Mas como um dos novos rostos de Gris Dior, um eau de parfum chypre sem gênero, a fragrância estava naturalmente no topo de sua mente.

De primeira, Quinn discute suas memórias favoritas relacionadas ao perfume, quem é a co-estrela mais cheirosa e o que ele mais espera nos próximos meses.

Mais do que outros sentidos, o olfato é conhecido por evocar memórias fortes. Qual é a sua primeira lembrança com alguma fragrância?

Você tem cola PVA nos Estados Unidos? É essa cola que está nas escolas primárias britânicas.

Temos o Elmer’s.

Bem, o nosso cheira um pouco a peixe, e isso evoca fortes memórias da sala de aula e de peixe, eu acho. E então me lembro de cozinhar. A comida da minha mãe sempre me deixa nostálgico.

O que ela cozinha?

Assados. Bem, ela cozinha tudo, mas eu só me lembro de carne assada no forno, e isso é um cheiro reconfortante.

Como um dos novos rostos do Gris Dior, o que você mais ama na fragrância?

É muito difícil de explicar, na verdade. É muito misterioso. É muito amadeirado. É muito sexy.

Às vezes, quando estou experimentando um novo perfume, gosto de usá-lo na cama. Qual é a sua maneira de usar fragrância?

É bem convencional. Eu não tenho um lugar secreto em que eu espirre ou algo assim. Eu só [pulverizo] um lá, um aqui (aponta para ambos os lados do pescoço), talvez um na parte de trás do pescoço. Eu não espirro atrás dos meus joelhos ou qualquer coisa estranha, apenas uma rota de aplicação padrão. Esse é o meu método. Eu gosto da ideia de ir para a cama com ele, porque suponho que ele meio que dorme e se acomoda quando você deita. Eu poderia tentar isso.

Quando eu era adolescente, todos os caras da escola se afogavam em Axe Body Spray. Como era o cheiro do Joseph na adolescência?

Sim, é uma coisa muito potente, o spray Axe Body. Nós o chamamos de Lynx aqui, e foi uma situação semelhante na minha escola. Havia também o CK One. Você se lembra daquela fragrância? E Paco Rabanne 1 milhão. Esses eram os dois grandes rebatedores pesados da minha escola. Foi uma combinação bastante letal de 1 milhão ou CK One e hormônios bastante selvagens. Esse era realmente o cheiro do corredor da minha escola. Sorte a nossa.

Quem é a pessoa mais cheirosa que você já conheceu?

Lupita Nyong’o cheira muito bem. Eu não sei que fragrância ela usa. Ela tem um cheiro lindo; ela tem um cheiro ótimo. E, obviamente, minha mãe cheira muito bem.

Qual é o perfume que faz você se sentir mais nostálgico? E não diz assado. Já estamos assados.

Não posso dizer assado ou cola. Não posso cheirar cola de novo. O que me faz sentir mais nostálgico? Que diabos de cheiro me faz sentir mais nostálgico? Oh Deus, é uma porra de clichê, mas eu me lembro de enquanto crescia, passar muito tempo no skate Clapham Common. O cheiro de grama e calças cheias de grama, que eu acho que era bastante onipresente para a experiência de todos, sempre me faz sentir muito nostálgico. O bom cheiro de grama.

Eu entrei na toca de coelho do Instagram e seus fãs parecem estar obcecados por você ter cabelos longos. Planeja um novo visual em breve?

Não posso dizer que há planos definitivos para mudar a aparência do meu cabelo. Avisaremos você primeiro se alguma coisa mudar.

O ano passado foi selvagem para você. O que te deixa mais ansioso para este ano?

Um pouco de normalidade seria bom. Sou muito grato pelo que aconteceu no ano passado, mas como você disse, pareceu selvagem. Então, estou ansioso para trabalhar um pouco mais, viajar um pouco mais e apenas aproveitar minha vida.

Esse é um bom plano. Para onde você está querendo viajar?

A Itália é um lugar que é muito querido para mim, então acho que vou tentar fazer um pequeno passeio por esse país. Eu adoraria me aventurar mais para o leste. Fui ao Japão no ano passado, e agora estou um pouco obcecado. Já esteve lá?

Não, eu nunca estive no Japão.

Uau. Fica marcado em você. É incrível. Eu fui para Tóquio e depois peguei o trem-bala para Kyoto, o que deve ser obrigatório quando você estiver lá. Eu realmente gostaria de me aventurar no leste novamente. Esse é o plano muito sólido.

Você mencionou oportunidades legais que se apresentaram no ano passado. Você recentemente encerrou A Quiet Place: Day One. Como foi trabalhar com Djimon Hounsou, Lupita Nyong’o e Alex Wolff?

Foi incrível. Eu literalmente acabei de encerrar e é por isso que me sinto louco. Eu acho que há essa sensação quando sua adrenalina acaba quando você termina um trabalho, e você meio que se sente um pouco espaçado. Mas tem sido uma experiência incrível e lindas filmagens em Londres. Eu não tenho isso há alguns anos, então isso tem sido uma coisa muito bem-vinda. Eu realmente só tenho cenas com Lupita, então não consegui sair com Djimon e Alex. Tivemos alguns jantares e eles são caras adoráveis. Eles são realmente brilhantes. No entanto, sou imensamente grato pela experiência que tive com Lupita. Ela é formidável e tenaz, vulnerável e devastadoramente talentosa. Tenho o prazer de dizer uma amiga também, como resultado dessa experiência. Então isso não é uma coisa ruim.

Qual foi um dos seus programas ou filmes favoritos na infância?

Eu era fã de Simpsons enquanto crescia — amava Os Simpsons e O Senhor dos Anéis. Esses foram grandes filmes para mim.

Eu estava assistindo a um vídeo de Grace Van Dien e nele ela falou sobre o quão talentoso você é e a facilidade com que você pode entrar em um personagem. É fácil para você incorporar um novo personagem?

Ah, isso é uma coisa muito doce. Eu tenho que ecoar o sentimento. Ela foi tão brilhante e fez muito do material que tinha e teve um tremendo impacto naquele programa. Acredito que ela estava apenas em três ou quatro cenas. Então isso é muito impressionante. Eu acho fácil? Eu não sei. Acho que há certos papéis que são mais fáceis para mim do que outros. É o mesmo para todos. Há certas coisas que você sabe que estão na sua zona de conforto e, em seguida, há outros papéis que você precisa alcançar um pouco mais para que se sinta autêntico. Eu acho divertido.

Você fez um ótimo trabalho com o Eddie.

Obrigado. Acho que já passou tempo suficiente, para que eu possa olhar para trás com um pouco de senso de humor, mas na época me lembro de estar muito nervoso. É muito fácil dar zoom e olhar para si mesmo com uma peruca de metal pesado, coberto em todo aquele traje de metal e fazendo uma voz boba e ficar tipo, o que diabos estou fazendo? Mas estou muito aliviado que as pessoas o tenham recebido de uma maneira que eu nunca poderia ter esperado.

Post arquivado em Destaques, Entrevista
Publicado por Joseph Quinn Brasil